Espírito Santo

15 de outubro de 2020

O esforço da vossa caridade

A história está nas mãos de Deus. Interpretada à luz da fé, a nossa história pessoal e coletiva recebe o seu verdadeiro significado. Guiados pelo Espírito Santo, tendes a missão de realizar «obras poderosas» que manifestem «a atividade da vossa fé, o esforço da vossa caridade e a firmeza da vossa esperança».
22 de agosto de 2020

A qualidade do testemunho

Se a vida cristã é uma vida triste, se o anúncio do Evangelho é uma coisa sisuda, algo está mal nesta vida e no anúncio. Neste sentido, o gozo e a alegria, resultado da atuação do Senhor nas nossas vidas, pode ser um bom barómetro para medir o grau de acolhimento do Espírito Santo e a qualidade do nosso testemunho.
11 de agosto de 2020

Avaliação sobre a missão

O reconhecimento humilde das fragilidades «ajuda a centrar no essencial» e a «desprender daquilo que não interessa». O método do exame de consciência aplicado à vida comunitária contribui para perceber que podemos estar dominados por uma força paralisadora que induz «a não mudar, a deixar as coisas como estão, a optar pelo imobilismo e a rigidez e, assim, impedimos que atue o sopro do Espírito Santo».
21 de julho de 2020

A linfa vital do cristão

São os acontecimentos que mais nos aproximam do Espírito Santo. Precisamos de aprender a invocá-lo constantemente. Não apenas sobre nós ou sobre uma atividade, mas simplesmente invocar a sua presença. O Espírito Santo resulta da Páscoa, como o verão da primavera, como o fruto da flor. Ele é a alma da nossa alma, a linfa vital que corre nas veias de cada cristão.
18 de julho de 2020

Décimo Sexto Domingo, Ano A

O ‘episódio’ deste Décimo Sexto Domingo (Ano A) mostra-nos o perigo do discernimento errado ou precipitado: a determinação inicial em arrancar o joio pode levar à destruição do trigo. Uma boa maneira de vencer essa impaciência é invocar o auxílio do Espírito Santo.
18 de julho de 2020

Deixar-se inspirar pelo Amado

A oração é colóquio de amor. O primeiro passo é a boa intenção do orante. É lógico que, como em qualquer relação, haja altos e baixos, momentos mais vivos e outros menos intensos. O importante é outra coisa: nunca deixar de orar; às vezes, simplesmente estar. Em silêncio, sem nada dizer, estar na presença de Deus. Estar, e deixar-se inspirar pelo Amado.
17 de julho de 2020

Invocar o Espírito Santo

O ‘episódio’ deste Décimo Sexto Domingo (Ano A) mostra-nos o perigo do discernimento errado ou precipitado: a determinação inicial em arrancar o joio pode levar à destruição do trigo. Uma boa maneira de vencer essa impaciência é invocar o auxílio do Espírito Santo.
16 de julho de 2020

O que pedir nas nossas orações

«O Espírito Santo vem em auxílio da nossa fraqueza, porque não sabemos o que pedir nas nossas orações». O seu impacto é, em simultâneo, portentoso e silencioso. Ao invocar o auxílio do Espírito Santo, o nosso coração alarga-se à medida do coração de Deus. E a semente começa a germinar, o fermento começa a levedar.
3 de julho de 2020

Saborear a quietude

O ritmo impôs-se tão frenético que o cansaço está entranhado na nossa vida. Até quando nos foi imposto um período mais calmo, ficamos cansados da quietude. Estamos tão habituados a pensar no que está para vir, no que temos de fazer a seguir, que já não sabemos saborear o instante de cada momento.
instagram default popup image round
Follow Me
502k 100k 3 month ago
Share