Laboratório da fé

13 de abril de 2021

Aspirar às ‘coisas do alto’

As ‘coisas do alto’ são, por exemplo, as obras de misericórdia, como dar de comer a quem tem fome ou consolar os tristes, entre outras. Amar gratuitamente é saber que os outros nos podem ignorar ou até dececionar; mas nunca nos podem roubar a nossa alegria.
10 de abril de 2021

Segundo Domingo de Páscoa, Ano B

O Segundo Domingo de Páscoa, Oitava da Páscoa e Domingo da Divina Misericórdia, é também o dia da alegria da fé. Jesus Cristo declara: «Felizes os que acreditam sem terem visto»; felizes os que colocam plena confiança em Deus, pois «é eterna a sua misericórdia».
10 de abril de 2021

Acontecimento salvífico

A corporeidade ressuscitada de Jesus Cristo não pertence ao tempo e ao espaço, não é física nem química, é escatológica; a plenitude pascal é o culminar do mundo novo em dinâmica de ressurreição, esse mundo no qual a morte já não tem lugar, pois perdeu todo o seu poder.
9 de abril de 2021

Tomé

A ausência de Tomé, na tarde daquele primeiro dia, impediu-o de participar neste processo pascal. Terá de ser o próprio a fazer a experiência. É certo que recebe o testemunho dos irmãos, mas só o próprio pode dar o passo da dúvida à confiança, da incredulidade à fé. A dúvida é, porventura, a melhor forma de confirmar a fé, consolidar as razões do acreditar.
8 de abril de 2021

Felizes os que acreditam

O Segundo Domingo de Páscoa, Oitava da Páscoa e Domingo da Divina Misericórdia, é também o dia da alegria da fé: «Felizes os que acreditam sem terem visto»; felizes os que colocam plena confiança em Deus, pois «é eterna a sua misericórdia». O amor e a misericórdia, amar e misericordiar, são sinónimos.
6 de abril de 2021

Testemunhas da Páscoa

Jesus Cristo, pelo dom do Espírito Santo, torna-se ‘presente’, para transformar as inseguranças em paz, para escancarar as nossas portas fechadas e renovar todos os ‘espaços’ abertos e acolhedores, para modificar os nossos medos em alegria, para fazer de nós ‘Testemunhas da Páscoa’.
3 de abril de 2021

Primeiro Domingo de Páscoa, Ano B

Homens e mulheres, desde o primeiro dia até aos nossos dias, recebemos a missão de anunciar a vitória da Páscoa. A Páscoa é meta e ponto de partida: Jesus Cristo ressuscitou; inicia em nós a experiência da ressurreição; compromete-nos a testemunhar a plenitude da vida.
3 de abril de 2021

Maria Madalena

A persistência desta mulher em deslocar-se ao sepulcro na «manhãzinha» do «primeiro dia da semana», com tristeza e medo, depois com entusiasmo e grande alegria, faz dela a primeira testemunha do Ressuscitado. Maria Madalena é «Apóstola dos Apóstolos» ao levar-lhes, em primeira mão, a alegre mensagem da Páscoa.
3 de abril de 2021

Nós somos testemunhas

Homens e mulheres, desde o primeiro dia até aos nossos dias, recebemos a missão de anunciar a vitória da Páscoa. A Páscoa é meta e ponto de partida: Jesus Cristo ressuscitou; inicia em nós a experiência da ressurreição; compromete-nos a testemunhar a plenitude da vida.