Papa Francisco

19 de setembro de 2020

Aonde queremos chegar?

Os processos de renovação bem sucedidos foram capazes de desenvolver uma «imagem do futuro» apelativa e fácil de comunicar. Por isso, uma comunidade que se decide a implementar a transformação espiritual e pastoral (Renovação Inadiável) precisa de definir a ‘sua’ visão pastoral. Sem ela, o fracasso está assegurado!
18 de setembro de 2020

Inveja e murmuração

A inveja e a murmuração destroem a comunidade. São uma janela aberta para a entrada do mal, uma barreira ao amor e ao perdão. São um veneno que divide a comunidade. O Papa Francisco não se cansa de alertar para estes dois grandes males pessoais e comunitários.
17 de setembro de 2020

Viver de maneira digna do Evangelho

Deus toma a iniciativa de vir ao nosso encontro e a todos oferecer o seu amor. Ele quer-nos assim, à sua imagem e semelhança, sempre disponíveis para amar e perdoar. Precisamos de converter os olhares e os corações para acolher os pensamentos e os caminhos de Deus: «Procurai somente viver de maneira digna do Evangelho de Cristo».
12 de setembro de 2020

Espiritualidade ecológica

Aos cristãos, o Papa lembra que «a espiritualidade não está desligada do próprio corpo nem da natureza ou das realidades deste mundo, mas vive com elas e nelas, em comunhão com tudo o que nos rodeia» (LS 216). É hora de implementar uma espiritualidade ecológica, de modo que possa emergir, no respeito e cuidado pela Casa Comum, «todas as consequências do encontro com Jesus».
5 de setembro de 2020

A bússola da vida

A caridade é a essência divina (Deus é amor; Deus é misericórdia), está entre as três maiores virtudes, constitui o centro do Evangelho, configura a nossa identidade de batizados e ressuscitados, precisa de ser a bússola que nos orienta em todos os momentos, o rosto dos nossos estilos de vida. Vamos implementar uma ‘cultura da caridade’ que veja mais além das assistências ocasionais ou das campanhas esporádicas de donativos!
1 de setembro de 2020

Responder ao ‘grito’ da terra

«Jubileu pela Terra: novos ritmos, nova esperança» é o tema da edição deste ano de dois mil e vinte do ‘Tempo da Criação’, iniciativa que une cristãos de todo o mundo com o propósito de mostrar como amar a Deus e ao próximo através da Criação. As atividades podem incluir uma missa especial, uma peregrinação, iniciativas de sensibilização e práticas de sustentabilidade que respondam ao ‘grito’ da Terra.
14 de agosto de 2020

A cura (espiritual)

A mulher grita sem parar. É a força da sua angústia. O grito, porém, dá lugar à súplica humilde e confiante: «Socorre-me, Senhor». Quando o clamor dá lugar à confiança, a cura pode acontecer, Deus começa a agir no teu coração e na tua vida.
11 de agosto de 2020

Avaliação sobre a missão

O reconhecimento humilde das fragilidades «ajuda a centrar no essencial» e a «desprender daquilo que não interessa». O método do exame de consciência aplicado à vida comunitária contribui para perceber que podemos estar dominados por uma força paralisadora que induz «a não mudar, a deixar as coisas como estão, a optar pelo imobilismo e a rigidez e, assim, impedimos que atue o sopro do Espírito Santo».
8 de agosto de 2020

Cuidado da Casa Comum

O Jubileu pela Terra pretende concretizar sete anos de conversão ecológica, tendo como base os seguintes objetivos: resposta ao clamor da terra; resposta ao clamor dos pobres; economia ecológica; adoção de estilos de vida simples; educação ecológica; espiritualidade ecológica; ênfase no envolvimento da comunidade e na ação participativa.
instagram default popup image round
Follow Me
502k 100k 3 month ago
Share