pandemia

20 de fevereiro de 2021

‘Pó’ chamado à eternidade

Talvez tenhamos de aprender a interpretar a Quaresma em chave de Aliança, o mesmo é dizer, em perspetiva de vida. Até o ‘pó’ das cinzas é chamado a renascer, não a desaparecer! Somos ‘pó’ chamado à eternidade, cinzas cheias de espírito e de amor, Espírito e Amor que é Deus.
19 de fevereiro de 2021

O sinal

O itinerário desta ‘série’ é dos que melhor contribui para a importância de nos situarmos no caminho divino, em vez de predeterminados a dizer a Deus o que é que precisamos que faça em nós e/ou por nós. Propomo-lo a partir do tema da Aliança.
18 de fevereiro de 2021

Um sinal da aliança

A Quaresma convida-nos a viver a dinâmica da Aliança. Deus não quer a destruição, mas a vida. Estabelece uma aliança com toda as criaturas e faz surgir o arco-íris como sinal: «farei aparecer o meu arco sobre as nuvens, que será um sinal da aliança entre Mim e a terra».
12 de fevereiro de 2021

Vem aí a Quaresma!

Queira Deus que seja esse o ‘milagre’ deste nosso tempo: a imunidade de grupo que ansiamos com a vacina, como dizia uma publicação nas redes socais, seja acompanhada também pela humanidade de grupo.
9 de janeiro de 2021

Construir laços como irmãos

Como resposta aos desafios provocados pela pandemia, os bispos portugueses desejam que se iniciem novos «percursos sinodais», que sejam «laboratórios de reflexão» sustentados pelo amor solidário e capazes de promover uma «nova etapa evangelizadora». A inspiração vem do Papa Francisco, um «especialista» na arte de pensar o Evangelho como resposta às questões dos tempos hodiernos.
5 de janeiro de 2021

Outro modo de ser Igreja

A integração, a criatividade e a generatividade são dinamismos fundamentais, na hora de avaliar as comunidades a propósito dos desafios pastorais provocados pela pandemia. Este é o tempo para «provocar uma mudança de mentalidade» e «reviravolta cultural» liderada por homens e mulheres «sábios e santos dentro de todas as áreas do saber e do agir, criativos da palavra e do amor».
2 de janeiro de 2021

Com que propósito vale a pena viver?

Sinais de esperança, até de esperança contra toda a esperança, tornaram-se visíveis, em ano marcado pela pandemia do coronavírus, nas múltiplas expressões de solidariedade e de entreajuda, na fraternidade e na partilha, bem como nos progressos pessoais e comunitários no cuidado da Casa Comum.
5 de dezembro de 2020

Unidos somos mais fortes

Os voluntários são agentes provocadores de mudança de mentalidades e comportamentos, testemunham a possibilidade de uma real transformação, da economia à sociedade, do ambiente à política, entre outros. Os voluntários revelam, na prática, o quanto «Deus continua a espalhar sementes de bem na humanidade».
1 de dezembro de 2020

Os olhos de Deus em busca dos nossos

Onde há amor, há um olhar! O Advento abre-nos a esse novo olhar, para que o medo dê lugar à alegria. Hoje, mascarados pela pandemia, relembramos que o olhar é agora mais fundamental para o encontro com os outros, e até connosco próprios: «o olhar é essencial para nos lançarmos na aventura da procura de sentido para a vida».