Pedro

11 de maio de 2021

Novo modo de presença

O Deus bíblico possui um nome próprio com o qual pode ser invocado, com quem podemos estabelecer uma relação pessoal de amizade. Não se trata, no caso de Jesus Cristo, de nos dar a conhecer uma nova palavra para nomear Deus. Trata-se de novo modo de presença entre nós.
29 de agosto de 2020

Vigésimo Segundo Domingo, Ano A

Há uma tentação muito forte em ignorar todas as palavras relacionadas com cruz, sacrifício, renúncia, sofrimento, morte. Contudo, elas pertencem ao coração da mensagem cristã.
28 de agosto de 2020

Renovação espiritual

A maior prova de amor está neste final: Jesus Cristo, como um de nós, atravessa o sofrimento e a morte, para nos fazer participantes da ressurreição. A vitória final é do amor e da vida. O sofrimento e a morte não são o objetivo, mas são de facto inevitáveis. A Carta aos Romanos diz-nos qual é a «renovação espiritual» que podemos alcançar: «discernir, segundo a vontade de Deus, o que é bom, o que Lhe é agradável, o que é perfeito».
21 de agosto de 2020

Confiar em Deus

«Vós, quem dizeis que Eu sou?». Não interessam as respostas dos livros. O que está em causa é uma resposta experiencial e vivencial, pela qual cada um expressa aquilo que provoca em si a maneira de pensar e de viver daquele Jesus de Nazaré, este nosso presente e vivo Jesus Cristo.
7 de agosto de 2020

Atravessar o sofrimento

Fugir do sofrimento não resolve a vida. Quando nos decidimos atravessá-lo com confiança, conseguimos mergulhar cada vez mais profundamente no oceano da nossa existência e perceber a mão estendida do Senhor. Precisamos de atravessar as dores com a nossa mão bem presa à mão do Senhor. Sairemos da tempestade ainda mais fortes.