Rezar

3 de novembro de 2020

Mais forte do que a morte

Uma esperança mais forte do que a morte, mais forte do que a tristeza provocada pela separação física em relação aos nossos entes falecidos e vivem em Deus para sempre. É uma esperança que aponta para o Pai. Ele quer unir no seu amor os vivos e os mortos... A morte também não destrói a solidariedade, a comunhão.
10 de outubro de 2020

Vigésimo Oitavo Domingo, Ano A

A mesa da bondade está preparada para todos os que queiram participar na boda e partilhar a alegria: «a sala do banquete encheu-se de convidados». Há apenas um único requisito: para tomar parte entre os comensais, é necessário apresentar-se de forma digna, ou seja, estar revestido da alegria do Evangelho.
5 de setembro de 2020

Vigésimo Terceiro Domingo, Ano A

O Vigésimo Terceiro Domingo (Ano A) convida a refletir sobre a dinâmica que há de presidir à vida comunitária. Para aprimorar a vida em comunidade e promover a perfeição evangélica, o Mestre propõe a correção fraterna. Eis uma prática a redescobrir!
15 de agosto de 2020

Vigésimo Domingo, Ano A

O Senhor desafia-nos a acolher e a escutar o grito dos mais pobres, dos excluídos, dos estrangeiros, de modo que a família, a Igreja e o mundo sejam Casa Comum, casa de oração para todos os povos, para todos os filhos de Deus, também para os que andam dispersos.
14 de agosto de 2020

A cura (espiritual)

A mulher grita sem parar. É a força da sua angústia. O grito, porém, dá lugar à súplica humilde e confiante: «Socorre-me, Senhor». Quando o clamor dá lugar à confiança, a cura pode acontecer, Deus começa a agir no teu coração e na tua vida.
13 de agosto de 2020

Socorre-me, Senhor

Evangelho sem fronteiras: eis um belo slogan para este Vigésimo Domingo (Ano A). A Boa Nova tem um alcance universal, quer chegar a todos os lugares e a todas as situações. O amor de Deus, nem que seja em ‘migalhas’, a todos sacia com abundância.
1 de agosto de 2020

Décimo Oitavo Domingo, Ano A

A boa notícia deste Décimo Oitavo Domingo (Ano A) é a confirmação do amor divino que, desde sempre, alimenta o seu povo: «Abris as vossas mãos e todos saciais generosamente». O amor de Deus é generoso e abundante.
25 de julho de 2020

Décimo Sétimo Domingo, Ano A

No Décimo Sétimo Domingo (Ano A) concluímos as ‘parábolas do Reino’, segundo Mateus, proclamadas em três domingos. Jesus Cristo não deixa de nos maravilhar: umas vezes, diz que Deus é descoberto por acaso; outras, que precisa de ser procurado com paciência.
24 de julho de 2020

Perseverança

A oração é uma questão de amor e adoração. Por isso, provoca em nós uma experiência de despojamento. A perseverança faz surgir o dia em que o nosso coração se torna sábio e esclarecido pela presença de Deus que purifica e renova toda a nossa vida.
instagram default popup image round
Follow Me
502k 100k 3 month ago
Share