presença

4 de setembro de 2020

Correção fraterna

Deus criou o ser humano para a fraternidade e o amor. E convida-nos a ser guardiães dos nossos irmãos. Por isso, na comunidade cristã, todos somos custódios uns dos outros, certos de que a presença de Jesus Cristo ocupa o centro da fraternidade: «onde estão dois ou três reunidos em meu nome, Eu estou no meio deles». Sem isto não é possível entender a proposta evangélica de correção fraterna.
21 de julho de 2020

A linfa vital do cristão

São os acontecimentos que mais nos aproximam do Espírito Santo. Precisamos de aprender a invocá-lo constantemente. Não apenas sobre nós ou sobre uma atividade, mas simplesmente invocar a sua presença. O Espírito Santo resulta da Páscoa, como o verão da primavera, como o fruto da flor. Ele é a alma da nossa alma, a linfa vital que corre nas veias de cada cristão.
30 de maio de 2020

Presença (in)visível do Espírito

O Pentecostes celebra o nascimento da Igreja, mas também evoca a origem da vida. A ação criadora do Espírito Santo está sempre presente em toda a História da Salvação. O Espírito Santo dá novo sentido a todas as coisas. A presença invisível do Espírito pode ser percebida na visível presença da vida. Esta pode ser uma chave para reconhecer a presença (ausência) do Espírito Santo: onde há vida, aí habita Deus.
22 de maio de 2020

Somos importantes

A solenidade da Ascensão reforça a nossa esperança: ressuscitados, a nossa meta é participar na plenitude da vida em Deus. Além de nos abrir o caminho e mostrar a meta, Jesus Cristo garante-nos a sua permanente companhia.
21 de maio de 2020

Eu estou sempre convosco

Jesus Cristo não está nos anais da história como um defunto que é recordado pelo seus feitos. Está vivo, está connosco. Ele interessa-se por nós, cuida de nós, sempre. Ressuscitado, não permanece apenas num lugar, mas ‘eleva-se’ para estar presente em todos os lugares da terra: «Eu estou sempre convosco até ao fim dos tempos».
14 de maio de 2020

Não vos deixarei órfãos

O cristão não esmorece na esperança. Não deixa que o medo lhe roube a esperança! O Ressuscitado não nos deixa órfãos, não nos abandona. Pelo Espírito que habita em nós, podemos aclamar o Senhor que nos livra do medo. Pelo Espírito que habita em nós, podemos dar testemunho da nossa fé.
24 de setembro de 2019

A grandeza da meta

Exortar a pôr-se na presença de Deus equivale a tomar consciência de uma presença que já acontece nesse momento. Contudo, trata-se de uma presença ‘estranha’. Porque não é uma presença igual à que acontece quando estamos perante outra pessoa. Nem sequer é uma presença como a que se dá diante de alguém distante ou invisível.
instagram default popup image round
Follow Me
502k 100k 3 month ago
Share