humanidade

31 de março de 2020

O maior abraço da (nossa) história

Sozinho, a coxear, um homem de 83 anos caminha banhado por uma ligeira chuva, que, naquele instante, se tornaram, homem e chuva, símbolos do episódio que estava para ser proclamado solenemente: ao entardecer daquele dia, os discípulos foram confrontados com uma ‘inesperada e furibunda’ tempestade.
instagram default popup image round
Follow Me
502k 100k 3 month ago
Share