Deus

16 de julho de 2020

O que pedir nas nossas orações

«O Espírito Santo vem em auxílio da nossa fraqueza, porque não sabemos o que pedir nas nossas orações». O seu impacto é, em simultâneo, portentoso e silencioso. Ao invocar o auxílio do Espírito Santo, o nosso coração alarga-se à medida do coração de Deus. E a semente começa a germinar, o fermento começa a levedar.
11 de julho de 2020

Décimo Quinto Domingo, Ano A

O Décimo Quinto Domingo (Ano A) inaugura a primeira das sete parábolas recolhidas no capítulo treze do evangelho segundo Mateus: nos próximos dois domingos são propostas três de cada vez. Nelas, Jesus Cristo dá a conhecer as características do reino dos Céus, o projeto divino para nós e para o mundo.
11 de julho de 2020

O serviço da beleza

A beleza pode ser descrita como aquilo que desperta o espanto, provoca a admiração, mesmo quando não é evidente o motivo. A beleza é, por isso, um caminho para a descoberta da Beleza. Nem todos somos artistas, no sentido estrito do termo; mas todos recebemos a missão de fazer da nossa vida profecia e testemunho da Beleza.
10 de julho de 2020

O primado de Deus

O Décimo Quinto Domingo (Ano A) inaugura a primeira das sete parábolas recolhidas no capítulo treze do evangelho segundo Mateus: nos próximos dois domingos são propostas três de cada vez. Nelas, Jesus Cristo dá a conhecer as características do reino dos Céus, o projeto divino para nós e para o mundo.
9 de julho de 2020

Preparais a terra

Deus lança a semente da palavra nos nossos corações: «Saiu o semeador a semear». Como também os organiza com todos os cuidados: «preparais a terra; regais os seus sulcos e aplanais as leivas». O resultado está do nosso lado: permitir que prepare o nosso coração para acolher a semente da palavra e fazer surgir muitos e bons frutos.
3 de julho de 2020

Saborear a quietude

O ritmo impôs-se tão frenético que o cansaço está entranhado na nossa vida. Até quando nos foi imposto um período mais calmo, ficamos cansados da quietude. Estamos tão habituados a pensar no que está para vir, no que temos de fazer a seguir, que já não sabemos saborear o instante de cada momento.
2 de julho de 2020

O Espírito de Deus habita em vós

O Décimo Quarto Domingo (Ano A) é um hino à alegria e ao louvor: «Exulta de alegria... solta brados de júbilo... Eis o teu Rei, justo e salvador, que vem ao teu encontro». O cristão abandona o domínio das «obras da carne», consciente de que «o Espírito de Deus habita em vós».
27 de junho de 2020

Décimo Terceiro Domingo, Ano A

Nesta ‘série’, propusemos (re)começar a relação de amizade com Deus. O ponto de referência não está do nosso lado, mas do lado do próprio Deus, que nos mostra, em si mesmo, a dinâmica do amor como doação gratuita e incondicional.
26 de junho de 2020

Acolhimento

O evangelho, quando fala de amar a Jesus Cristo mais do que ao pai ou à mãe ou aos filhos, não está a contrapor diferentes contextos de amor, no sentido de que seja necessário eleger um e recusar os outros. O que nos indica, por exemplo, é que ser cristão não baseia numa segurança familiar, numa tradição que recebida de forma passiva, que pouco ou nada impacta a nossa vida.
instagram default popup image round
Follow Me
502k 100k 3 month ago
Share