Reflexões litúrgicas

10 de julho de 2020

O primado de Deus

O Décimo Quinto Domingo (Ano A) inaugura a primeira das sete parábolas recolhidas no capítulo treze do evangelho segundo Mateus: nos próximos dois domingos são propostas três de cada vez. Nelas, Jesus Cristo dá a conhecer as características do reino dos Céus, o projeto divino para nós e para o mundo.
3 de julho de 2020

Saborear a quietude

O ritmo impôs-se tão frenético que o cansaço está entranhado na nossa vida. Até quando nos foi imposto um período mais calmo, ficamos cansados da quietude. Estamos tão habituados a pensar no que está para vir, no que temos de fazer a seguir, que já não sabemos saborear o instante de cada momento.
26 de junho de 2020

Acolhimento

O evangelho, quando fala de amar a Jesus Cristo mais do que ao pai ou à mãe ou aos filhos, não está a contrapor diferentes contextos de amor, no sentido de que seja necessário eleger um e recusar os outros. O que nos indica, por exemplo, é que ser cristão não baseia numa segurança familiar, numa tradição que recebida de forma passiva, que pouco ou nada impacta a nossa vida.
19 de junho de 2020

Traição

Há quem não arrisque a amizade com medo da traição. Por isso, em primeiro lugar, é necessário ter confiança em si mesmo. Quem confia em si torna-se capaz de confiar nos outros. Quando surgem traições, sente que tem raízes mais profundas, é capaz de viver todas as situações com serenidade.
12 de junho de 2020

Testemunhas

O olhar compassivo de Jesus Cristo revela uma amizade gratuita e universal. Talvez, mais do que a pureza dos ritos e normas, mais do que a eloquência das palavras e da doutrina, seja necessário treinar o ‘ver’ com compaixão para alcançar uma amizade gratuita e universal.
5 de junho de 2020

Recomeçar a amizade com Deus

A vida cristã está alicerçada na experiência pessoal de amizade com a Santíssima Trindade. Todos os dias lhe são dedicados. Contudo, neste domingo após o tempo pascal, a Igreja convida-nos a celebrar o nosso Deus (Trindade). Aceitemos iniciar, dar os primeiros passos como o recém-nascido.
29 de maio de 2020

Criativos

O Espírito Santo, à luz da vida de Jesus Cristo, ajuda-nos a ser criativos diante de todos os nossos acontecimentos, tanto os positivos, como os negativos, as alegrias e as esperanças, também as tristezas e angústias. A criatividade faz de nós homens e mulheres ressuscitados!
22 de maio de 2020

Somos importantes

A solenidade da Ascensão reforça a nossa esperança: ressuscitados, a nossa meta é participar na plenitude da vida em Deus. Além de nos abrir o caminho e mostrar a meta, Jesus Cristo garante-nos a sua permanente companhia.
15 de maio de 2020

Nunca sozinhos (II)

Nunca sozinhos! A promessa do Espírito Santo garante-nos a presença certa e contínua de Deus na nossa vida. Não temos a presença fisicamente ao nosso lado, mas temos, em nós, o seu Espírito: «O Espírito da verdade habita convosco e está em vós».