Reflexões breves

19 de janeiro de 2021

Permanecer para dar fruto

A unidade é fruto da paciente transformação do nosso ser realizada pelo Espírito Santo, mediante o nosso consentimento. Com a oração pessoal e comunitária, requer-se um contínuo trabalho interior a partir do coração, raiz de todas as divisões. Nele, as profundas feridas esperam ser visitadas a fim de receber a paz curativa de Deus.
16 de janeiro de 2021

Olhar o futuro

A Igreja Católica presente em Portugal convoca os jovens a serem agentes de evangelização: «Vinde inteiramente, vinde dizer que Cristo continua jovem e vive no meio de vós com a força do seu Evangelho, com a arma potente do seu e do vosso amor». Os jovens são «peritos na abertura à novidade, ao diferente, às pessoas e aos povos. Com eles a fraternidade é mais possível.
12 de janeiro de 2021

Confiar numa presença

Acreditar é «confiar numa presença que está nas profundezas do nosso ser e em todo o universo». Pode ser difícil de compreender, todavia é uma presença «muito real». Deus é «uma presença amável que está sempre connosco». À maneira de Jesus Cristo, podemos fazer dessa amável presença «luz interior, sopro de Deus, inspiração do Espírito Santo...», nas situações concretas da nossa história quotidiana.
9 de janeiro de 2021

Construir laços como irmãos

Como resposta aos desafios provocados pela pandemia, os bispos portugueses desejam que se iniciem novos «percursos sinodais», que sejam «laboratórios de reflexão» sustentados pelo amor solidário e capazes de promover uma «nova etapa evangelizadora». A inspiração vem do Papa Francisco, um «especialista» na arte de pensar o Evangelho como resposta às questões dos tempos hodiernos.
5 de janeiro de 2021

Outro modo de ser Igreja

A integração, a criatividade e a generatividade são dinamismos fundamentais, na hora de avaliar as comunidades a propósito dos desafios pastorais provocados pela pandemia. Este é o tempo para «provocar uma mudança de mentalidade» e «reviravolta cultural» liderada por homens e mulheres «sábios e santos dentro de todas as áreas do saber e do agir, criativos da palavra e do amor».
2 de janeiro de 2021

Com que propósito vale a pena viver?

Sinais de esperança, até de esperança contra toda a esperança, tornaram-se visíveis, em ano marcado pela pandemia do coronavírus, nas múltiplas expressões de solidariedade e de entreajuda, na fraternidade e na partilha, bem como nos progressos pessoais e comunitários no cuidado da Casa Comum.
26 de dezembro de 2020

A cultura do cuidado

A ‘gramática’ do cuidado organiza-se em quatro princípios, em sintonia com a Doutrina Social da Igreja e o serviço de caridade vivido na prática multissecular das obras de misericórdia corporais e espirituais: «a promoção da dignidade de toda a pessoa humana, a solidariedade com os pobres e indefesos, a solicitude pelo bem comum e a salvaguarda da criação».
26 de dezembro de 2020

Deus acampou entre nós

O primeiro olhar pode ser o início de um grande amor. Onde há amor, há um olhar! Sem dúvida que o modo como olhamos condiciona os pensamentos, influencia a qualidade da nossa vida. O Natal é a festa do humano. Do humano, mas a partir do olhar de Deus. Deus olha a partir daqueles que nos parecem menos humanos, aqueles e aquelas a quem tantas vezes excluímos da festa da humanidade.
22 de dezembro de 2020

A noite que é amanhecer

A noite de Natal une o humano com o divino, une o divino com o humano. Numa só pessoa. Ao unir o divino com o humano, une-nos uns aos outros. Ao fazer-se carne, Deus diz-nos que a nossa condição humana é dom maravilhoso. Deus revela o rosto oculto do seu ser: graça, amor, misericórdia, comunhão.