Reflexões breves

20 de fevereiro de 2021

‘Pó’ chamado à eternidade

Talvez tenhamos de aprender a interpretar a Quaresma em chave de Aliança, o mesmo é dizer, em perspetiva de vida. Até o ‘pó’ das cinzas é chamado a renascer, não a desaparecer! Somos ‘pó’ chamado à eternidade, cinzas cheias de espírito e de amor, Espírito e Amor que é Deus.
16 de fevereiro de 2021

A chama do amor

Quarta-feira de Cinzas marca o início da Quaresma; ou melhor, começa o grande Tempo de Páscoa: quarenta dias de preparação para a Páscoa; e, depois, cinquenta dias de celebração da Ressurreição do Senhor e da presença salvadora do seu Espírito. É o tempo forte da comunidade cristã.
13 de fevereiro de 2021

Amigos fortes de Deus

Santa Teresa de Jesus dizia que quando há tempos ‘difíceis’, são necessários «amigos fortes de Deus». Quatro pistas, bem apropriadas para este tempo quaresmal, que nos podem tornar mais ‘fortes’ e mais ‘amigos’ de Deus: reconhecer as fragilidades; saborear a beleza da palavra de Deus; abrir-nos à misericórdia divina; viver mergulhados na alegria do amor.
9 de fevereiro de 2021

Proximidade como bálsamo

Como bons samaritanos, somos chamados a viver a proximidade, a nível pessoal e comunitária, como «bálsamo precioso, que dá apoio e consolação a quem sofre na doença». Em modo operativo, deixamos cinco pistas que podem impulsionar as comunidades paroquiais a ir ao encontro das pessoas doentes.
6 de fevereiro de 2021

4 pistas para uma missão possível

Faz da catequese 'online' uma experiência inesquecível. Coragem, Deus está contigo, também nesta pandemia! O Deus da vida e do amor não deixa de te acompanhar desde o primeiro momento da tua existência!
2 de fevereiro de 2021

Fiéis e felizes?

O testemunho fiel de tantos homens e mulheres, que consagram a vida a Jesus Cristo e ao Evangelho, é, como sempre o foi, uma vitória sobre o medo e a indecisão; para os próprios consagrados, é «razão forte» para serem felizes.
30 de janeiro de 2021

Pai amado

José, pelo seu papel decisivo na História da Salvação, é um pai amado pelo povo cristão. A paternidade de José exprime-se, parafraseando Paulo VI, no serviço à missão salvífica, no dom total da sua vida e do seu trabalho, na oblação de si mesmo e de todas as suas capacidades, na conversão da sua vocação ao amor doméstico em favor do Menino nascido de Maria, sua esposa.
23 de janeiro de 2021

Ver a rezar ou rezar juntos?

O que é que sugerimos aos paroquianos para alimentar a oração em família? Quais são os recursos que temos disponíveis para fortalecer a fé dos casais jovens e dos idosos? Como é que podemos inspirar hábitos de louvor e adoração, através das redes sociais? Qual é a dinâmica paroquial para acompanhar o caminho de discipulado?