Liturgia familiar

20 de junho de 2020

Décimo Segundo Domingo, Ano A

O Décimo Segundo Domingo (Ano A) mostra que a missão confiada aos discípulos (já recordada no domingo passado) não está isenta de riscos e perigos. Perante as adversidades, o Mestre insiste na confiança: «Não tenhais medo... Não temais: valeis muito mais».
13 de junho de 2020

Décimo Primeiro Domingo, Ano A

O Décimo Primeiro Domingo (Ano A) faz ressoar, em nós, as solenidades da Santíssima Trindade e do Corpo e Sangue de Cristo. É uma espécie de ‘resposta’ ao amor trinitário.
6 de junho de 2020

Santíssima Trindade, Ano A

A vida cristã está alicerçada na experiência pessoal de amizade com a Santíssima Trindade. Todos os dias lhe são dedicados. Contudo, neste domingo após o tempo pascal, a Igreja convida-nos a celebrar o nosso Deus (Trindade).
30 de maio de 2020

Pentecostes, Ano A

Chegamos ao entardecer do primeiro dia, o primeiro e último dia de Páscoa. Cinquenta dias: eis a plenitude! O Ressuscitado cumpre a promessa: «Recebei o Espírito Santo». Ninguém lhe pode ficar indiferente!
23 de maio de 2020

Ascensão, Ano A

A solenidade da Ascensão reforça a nossa esperança: ressuscitados, a nossa meta é participar na plenitude da vida em Deus. Por isso, hoje é um dia para exultarmos em «santa alegria e em filial ação de graças».
16 de maio de 2020

Sexto Domingo da Páscoa, Ano A

Estamos na segunda parte do tempo pascal. A partir de agora, temos a referência contínua ao dom do Espírito Santo. Jesus Cristo convida-nos a viver uma nova presença, mais íntima e profunda.
9 de maio de 2020

Quinto Domingo da Páscoa, Ano A

Somos ‘pedras vivas’, mesmo se as nossas estruturas estão de portas fechadas. O mistério e a vida da Igreja não se confinam ao seu espaço físico. Em casa, cada casal que eleva o coração para Deus, cada família que se reúne em nome de Jesus Cristo, formam um ‘templo espiritual’, onde se manifesta a presença do Senhor.
2 de maio de 2020

Quarto Domingo da Páscoa, Ano A

A Páscoa é a vitória da vida, a vida nova do Ressuscitado, vida abundante que nos enche de paz e de alegria. Jesus Cristo vem para dar a vida e para nos dar a vida. A frase merece ser repetida como refrão: «Eu vim para que as minhas ovelhas tenham vida e a tenham em abundância».
25 de abril de 2020

Terceiro Domingo da Páscoa, Ano A

O desânimo e a tristeza podem dar lugar ao entusiasmo e à alegria? Sim, mas não temos uma solução mágica. O testemunho do cristão é estar mergulhado nas dificuldades da vida quotidiana com «renovada juventude da alma».
instagram default popup image round
Follow Me
502k 100k 3 month ago
Share