Laboratório da fé

24 de dezembro de 2019

Coração aberto ao mistério

O Natal convida a sentir no coração a ditosa esperança, a acolher a força dessa esperança inabalável que nos surpreende com o infinito, «porque está impregnada pelo milagre e é plena de mistério». Ainda que sejam breves os segundos de recolhimento, ao permanecer «de coração aberto ao mistério», seremos habitados pela magnitude da vida divina que de novo nos vem «oferecer a possibilidade de profundo rejuvenescimento».
21 de dezembro de 2019

Sol Invicto, Deus verdadeiro

Qual foi o dia do nascimento de Jesus Cristo? Uns defenderam o 25 de maio; outros o 17 de novembro; Clemente de Alexandria dizia que tinha sido a 20 de abril; Epifânio sugeriu o seis de janeiro; no ano 535, o imperador Justiniano decretou o dia 25 de dezembro. Mais do que evocar um facto histórico, transmitiu-se um conteúdo de fé: Jesus Cristo é o «Sol Invicto», «nascido do Pai antes de todos os séculos: [...] Deus verdadeiro de Deus verdadeiro».
19 de dezembro de 2019

Recebemos a graça e a missão

O Natal está a chegar! O Senhor deu-nos e dá-nos um sinal. Continua a fazer-se presente. Essa é a maior ‘boa notícia’. Jesus Cristo vem para salvar, seja o que for que precisas que seja salvo. Tu e eu «recebemos a graça e a missão»: a graça de acolher Jesus Cristo e a missão de anunciar a sua presença entre nós.
19 de dezembro de 2019

Esperança realizada

O Natal está a chegar! Realiza-se a esperança. O Emanuel, Deus connosco, nascerá de Maria, esposa de José. Maria e José, Paulo e muitos outros ao longo da história, foram chamados a uma missão. O assombro do desafio abre os corações à ação do Espírito Santo.
17 de dezembro de 2019

Revolução do amor

As árvores e as luzes deixaram de ser símbolos cristãos. Tornaram-se meros adornos. Aos cristãos, compete-nos não deixar que se tornem as árvores e as luzes do novo palácio de Herodes, «fechado, surdo ao jubiloso anúncio». O Presépio há de continuar a ser sinal que, por um lado, nos convida à alegria e, por outro, a realizar a revolução do amor.
14 de dezembro de 2019

As riquezas do caminho

A Renovação Inadiável não pode ser tida como um acontecimento instantâneo ou uma revolução, mas como ‘Caminho de Páscoa’, viagem a percorrer em seis passos (sustentados por doze ferramentas) que jamais podem ser descurados, sob pena de perder as riquezas do caminho, pois são essas as forças aceleradoras da mudança.
11 de dezembro de 2019

Esperai com paciência

A alegria está aí! O Natal está a chegar! Este é o «Domingo da Alegria», o Terceiro de Advento. As cores e os sabores do Natal já inundam as ruas e as casas. Faltam dez dias, suficientes para tomar consciência do tempo em que estamos e nos prepararmos para que Jesus ‘nasça’ na nossa vida.
11 de dezembro de 2019

Espera paciente ativa

«Esperai com paciência» é desafio à ação. Não é convite à resignação. O Advento desafia-te a uma espera paciente ativa. Esta semana, começa por conter as tuas reclamações. Pensa primeiro em algo positivo e encorajador. Este é o «Domingo da Alegria», o Terceiro de Advento.
10 de dezembro de 2019

Qual é o melhor caminho?

O que está em causa é buscar o melhor para a comunidade (paroquial), vencer a resignação própria daqueles que não têm esperança. Implica considerar todas as vantagens e todos os inconvenientes, sem estar apegado a uma única possibilidade.