Laboratório da fé

27 de agosto de 2020

Tome a sua cruz e siga-me

Há uma tentação muito forte em ignorar todas as palavras relacionadas com cruz, sacrifício, renúncia, sofrimento, morte. Com Jesus Cristo, todas elas estão incluídas na travessia da vida. Não para apelar a um qualquer tipo de masoquismo ou para nos fazer mergulhar numa tristeza sem saída, sem esperança. Mas é justamente para encontrar o sentido da vida.
25 de agosto de 2020

A ‘alma’ do mundo

Como todo o mundo, os cristãos podem ser vítimas do coronavírus ou de outra qualquer enfermidade. Como todo o mundo, os cristãos são atormentados pela inquietação quanto ao desfecho da atual situação de pandemia. Contudo, no coração do mundo, os cristãos são testemunhas vivas da fé, esperança e caridade. Estas três virtudes podem ser o ‘suplemento de alma’ capaz de sustentar o futuro deste mundo.
22 de agosto de 2020

Vigésimo Primeiro Domingo, Ano A

«Vós, quem dizeis que Eu sou?». Esta pergunta, no Vigésimo Primeiro Domingo (Ano A), contém um convite a renovar o encontro pessoal com Jesus Cristo: «Tu és o Messias, o Filho de Deus vivo».
22 de agosto de 2020

A qualidade do testemunho

Se a vida cristã é uma vida triste, se o anúncio do Evangelho é uma coisa sisuda, algo está mal nesta vida e no anúncio. Neste sentido, o gozo e a alegria, resultado da atuação do Senhor nas nossas vidas, pode ser um bom barómetro para medir o grau de acolhimento do Espírito Santo e a qualidade do nosso testemunho.
21 de agosto de 2020

Confiar em Deus

«Vós, quem dizeis que Eu sou?». Não interessam as respostas dos livros. O que está em causa é uma resposta experiencial e vivencial, pela qual cada um expressa aquilo que provoca em si a maneira de pensar e de viver daquele Jesus de Nazaré, este nosso presente e vivo Jesus Cristo.
20 de agosto de 2020

Tu és o Messias

«Vós, quem dizeis que Eu sou?». Esta pergunta, no Vigésimo Primeiro Domingo (Ano A), contém um convite a renovar o encontro pessoal com Jesus Cristo: «Tu és o Messias, o Filho de Deus vivo». O cristão está na vida de um modo diferente de todos os outros. Assume como prioritário o encontro pessoal com Jesus Cristo. Procura a paz no colo de Deus, não nos prazeres deste mundo.
18 de agosto de 2020

O rosto de Deus no quotidiano

A transcendência não se realiza para cima, mas para dentro: o amor é o sacramento da presença de Deus; está presente quando agimos por amor. Com a minha vida, começo já a partilhar esse amor com os outros, com cada homem e cada mulher, que considero meus irmãos; dessa forma é antecipação da Vida, com maiúsculas, onde o amor será a única porta de entrada possível.
15 de agosto de 2020

Vigésimo Domingo, Ano A

O Senhor desafia-nos a acolher e a escutar o grito dos mais pobres, dos excluídos, dos estrangeiros, de modo que a família, a Igreja e o mundo sejam Casa Comum, casa de oração para todos os povos, para todos os filhos de Deus, também para os que andam dispersos.
15 de agosto de 2020

Um bom modo de habitar os céus

Maria, também na sua Assunção, pode ser apresentada como ícone e modelo da vida cristã. Ela precede-nos na humana peregrinação da vida e da fé: é a primeira discípula. De facto, neste mistério contemplamos a realização do que todo o cristão espera encontrar ao terminar a sua peregrinação neste mundo.