Laboratório da fé

9 de maio de 2020

Quinto Domingo da Páscoa, Ano A

Somos ‘pedras vivas’, mesmo se as nossas estruturas estão de portas fechadas. O mistério e a vida da Igreja não se confinam ao seu espaço físico. Em casa, cada casal que eleva o coração para Deus, cada família que se reúne em nome de Jesus Cristo, formam um ‘templo espiritual’, onde se manifesta a presença do Senhor.
9 de maio de 2020

A alegria partilhada

Na mesa, realiza-se a dupla união dos crentes com Jesus Cristo, pela Eucaristia, e dos irmãos entre si, pelo pão partido, repartido e partilhado. Numa mesa assim, antecipa-se a alegria do Reino dos Céus. Se não nos empenharmos, aqui e agora, a promover mesas assim, não teremos qualquer elemento para comparar o Reino e, portanto, não teremos modo de o fazer compreender, nem desejar.
8 de maio de 2020

Corações ao alto

De repente, tudo ficou ainda mais fugaz. Primeiro, obrigados a fugir, a ficar ‘escondidos’ e limitados ao espaço da nossa casa. Estamos perturbados. Queremos uma solução. A nível pessoal e comunitário, não sabemos o caminho. Ainda estamos como Filipe à espera de uma solução mágica ou que outros façam o que nos compete para mudar de rumo em direção a Deus?
7 de maio de 2020

Não se perturbe o vosso coração

Ao sentir a pressão do medo e da incerteza, ficamos perturbados. Será que alguém vai encontrar uma solução? Na procura, podemos cair no erro de ‘ver’ apenas soluções terrenas. Será que temos fé nas palavras de Jesus? Tu continuas a dizer-nos: «Não se perturbe o vosso coração»!
5 de maio de 2020

Caminhos novos

A paragem radical em todas as atividades litúrgicas e pastorais, pode ser favorável à tomada de decisões, ainda que seja útil a prudência quanto à forma de as implementar. Bom princípio é ser sistemático, sem ser drástico. Aceitemos nas possibilidades que este tempo pode proporcionar à nossa vida pessoal e à nossa comunidade (paroquial), no presente e também no próximo futuro.
2 de maio de 2020

Quarto Domingo da Páscoa, Ano A

A Páscoa é a vitória da vida, a vida nova do Ressuscitado, vida abundante que nos enche de paz e de alegria. Jesus Cristo vem para dar a vida e para nos dar a vida. A frase merece ser repetida como refrão: «Eu vim para que as minhas ovelhas tenham vida e a tenham em abundância».
2 de maio de 2020

Trinta e um dias com Maria

Exortados a entrar na ‘casa’ de Maria para partilhar o ‘óleo da fé e da alegria’, contemplamos a esperança que a ilumina. O rosário é também a ‘escola’ de Maria, que nos ensina a contemplar, em várias perspetivas, momentos da vida o Filho de Deus: recordar Cristo com Maria; aprender Cristo de Maria; configurar-se a Cristo com Maria; suplicar a Cristo com Maria; anunciar Cristo com Maria.
1 de maio de 2020

Vida em abundância

A Páscoa é a vitória da vida, a vida nova do Ressuscitado, vida abundante que nos enche de paz e de alegria. Jesus Cristo vem para dar a vida e para nos dar a vida. A frase merece ser repetida como refrão: «Eu vim para que as minhas ovelhas tenham vida e a tenham em abundância».
30 de abril de 2020

Que havemos de fazer?

A vida não voltará a ser a mesma. «Que havemos de fazer?». A pergunta ecoa, entre nós, nesta época pascal. É hora de renovação! É preciso recuperar a «abundância» prometida por Jesus Cristo! Não te contentes com o mínimo, o necessário para (sobre)viver. Deseja, antes, uma vida plena, vida em abundância.