A arte de evitar pessoas

A arte de evitar pessoas

Série para os domingos do Tempo Comum



Na série ‘A arte de evitar pessoas’ queremos refletir sobre o acolhimento, inspirados nas propostas bíblicas de cada domingo, desde a festa do Batismo do Senhor até ao início da Quaresma.

arte-evitar-pessoas-bannerarte-evitar-pessoas-banner

Acolher a todos

BATISMO DO SENHOR



A missão de Jesus Cristo torna-se ‘pública’ depois de emergir das águas do rio Jordão. A partir dos mais frágeis, confirma que «Deus não faz aceção de pessoas». A todos acolhe com amor incondicional. Mesmo os incómodos e inoportunos, perseguidores e inimigos! A atitude divina estende-se a todos os crentes: não fazer aceção de pessoas.

Dar testemunho

SEGUNDO DOMINGO, ANO A



Somos «chamados à santidade». O cristão não pode «imaginar a própria missão na terra, sem a conceber como um caminho de santidade». O que fazer para ser santo?

Sinal da Cruz

APRESENTAÇÃO DO SENHOR



A Apresentação de Jesus (no Templo) — também conhecida como a festa da Candelária ou da Luz — é das mais antigas do cristianismo. Jesus Cristo é apresentado como luz e sinal de contradição.

O 'poder' da fragilidade

QUINTO DOMINGO, ANO A



A fragilidade aproxima, é o que mais une as pessoas. Nascemos vulneráveis, expostos à fragilidade. Apresentar-se diante dos outros «cheio de fraqueza» é um ato tremendamente poderoso.

Perdoar e amar

SÉTIMO DOMINGO, ANO A



O perdão e o amor estão em destaque neste último episódio desta série sobre ‘a arte de evitar pessoas’. Jesus Cristo vai mais longe do que as normas em vigor, ousa fazer uma proposta para sustentar a vida pessoal e comunitária.

 

Novidades

Inscreve-te para receber as novidades do Laboratório da fé.


instagram default popup image round
Follow Me
502k 100k 3 month ago
Share